MUDAMOS!!!!!

Visite também o meu novo blog, ainda mais divertido e interessante! Acesse o Estante Nerd!

**

Depois de um ano e meio tendo o Blogspot como casa chegou a hora do Reviews Quadrinhos crescer!!! O Reviews agora está se mudando pros domínios da Rede Gehspace. Agora a nova url do blog é http://gehspace.com/reviewsquadrinhos. Peço a leitores, amigos e perceiros que atualizem sua lista de favoritos.

Eu sou a Lenda

quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

eu sou a lenda poster

Como posso iniciar o review desse filme? Bem o que eu posso dizer é que eu senti uma sensação boa vendo esse filme. Mas por que?

Não sei bem dizer o porque. Talvez seja pela empatia que a narrativa leva o espectador a desenvolver com o ("A" personagem é o cacete!) personagem central Robert Neville, interpretado por Will Smith. Resumindo o roteiro do filme, num futuro não muito distante (2009 se não me engano) um vírus é modificado, de modo que ele pode curar o câncer.

No entanto quando o vírus sai do laboratório e é disseminado na população mundial ele começa a sofrer mutações e os seres humanos começam a virar monstros, numa espécie de mistura de zumbi com vampiro. Se tornam criaturas que precisam se alimentar de sangue fresco e com alto intolerância a luz solar. Eles também tem suas capacidades físicas super desenvolvidas, mas a exemplo dos zumbis tem sua capacidade mental muito reduzida, agindo como animais.
eu sou a lenda
Este vírus dissemina 90% da população mundial. Nova York inteira é dizimada, com exceção de Robert Neville, soldado e cientista. Neville acha que é o último sobrevivente do mundo, passa todos os dias procurando por outros sobreviventes e caçando com sua cadela. Aliás sua cadela é a única companhia que tem, e ela é responsável por grande maioria dos bons momentos do filme (pelo menos os mais emocionantes).

A experiência de ver Will Smith interpretando o último sobrevivente da raça humana é incrível. Há longos momentos ( se considerarmos que o filme é um blockbuster) de silêncio, e quando há algum diálogo, é sempre um monólogo: Ou Neville está falando com a câmera, no qual grava suas experiências com os "monstros" capiturados e suas tentativas de curá-los, ou é com sua cadela, que parece que falará a qualquer momento.eu sou a lenda
O final do filme é de certa forma previsível depois de certo momento e alguns o acharão decepcionante. Eu achei comovente, algo raro em blockbusters.
Resumindo logo: Eu sou a Lenda é um ótimo filme, que vale a pena seu ingresso. Tem ação, emoção e humor, tudo na dose certa, e ainda faz você refletir. Quem derá todos os filmes blockbusters fossem assim.

Eu sou a Lenda é uma adaptação de uma novela de terror escrita por Richard Matheson, em 1954, e já tem outros dois filmes adaptados da mesma novela: Quando os mortos matam, de 1964 e A última esperança da Terra, de 1971, com Charlton Heston.

Nota 9,5
Diretor: Francis Lawrence
Roteiro: Akiva Goldsman e Mark Protosevich
Elenco: Will Smith, Alice Braga, Charlie Tahan, Salli Richardson, Willow Smith (cadê o nome da cadela aqui?!?)
eu sou a lenda will smith

Leia outros reviews de Eu sou a Lenda
Review do melhores do mundo
Review do Zine Acesso

Homem Aranha 72 (Amazing Spider man 537)

terça-feira, 29 de janeiro de 2008

homem aranha 72 amazing spider man 537

A Guerra em Casa parte 6 de 7

A guerra civil vai acabando e o arco A guerra em casa também. Provavelmente esse é um dos tie ins de guerra civil mais importantes.

Nele nós vemos como anda a vida de Peter Parker após se rebelar contra o ato de registro e passar a ter que se esconder com Mary Jane e a imortal Tia May. Sem dinheiro e com seu rosto em rede nacional, Peter tem que se virar pra se esconcer, proteger sua família e ainda lutar ao lado do Capitão América contra a lei de registro.

A Arte da revista está "competente", nem incrível e nem horrível (juro que a rima não foi intencional). Está OK para uma revista mensal. O roteiro está "redondinho", se encaixando bem no contexto da guerra civil sem jogar a revista mensal solo do Aranha pra escanteio.

Capitão América tem um grande destaque nessa edição. Quem ainda estava indeciso provavelmente passou a ser contra a lei de registros e quem era a favor ou ficou balançado ou reafirmou sua opinião. O Capitão é visto como o defensor dos ideais da américa, Peter como uma espécie de estudande fascinado que quer ser igual ao professor quando crescer e Tony Stark é a síntese de tudo o que é ruim, de tudo aquilo contrário aos ideais americanos. No final das contas, uma boa HQ.

Homem Aranha 72 (Amazing Spider Man 537)
Argumento: J. Michael Straczynski
Arte: Ron Garney
Arte-final: Bill Reinhold
Cores: Matt Milla

Nota 8,5

Leia também:
Homem Aranha 68 (Amazing Spider Man 533)

Nota inútil: Apesar do Justiceiro aparecer na capa, ele entra mudo e sai calado, e literalmente nem aparece a cara dele! Hehe!

Liga da Justiça 62 (JLA 4#)

segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

liga da justiça 62
O rastro do Tornado parte 4

Essa edição tem bastante ação que as anteriores e talvez por isso você tenha a sensação de "já acabou" quando terminar de ler. Ed Benes dita um ótimo ritmo, a leitura é fluida e divertida. Fica aquele gostinho bom de "quero mais" ao terminar de ler.

Ao contrário das últimas sagas da DC, não é nenhuma hiper-ultra-infinita saga que vai revolucionar tudo. É "apenas" uma boa estória com muita ação. O arqueiro vermelho (ou Arsenal ou Ricardito ou qualquer coisa que o valha) é um interessante substituto para seu próprio pai e ganha mais empatia com o leitor a cada edição. A Canário Negro parece muito mais "selvagem" do que nos arcos anteriores da Liga, e o trio Lanterna Verde (Hal Jordan)/Arqueira Vermelho/ Canário Negro é eficiente e mostra o poder da liga mesmo com apenas 3 membros e sem nenhum "invunnerável". Forte, rápida e letal como a liga deve ser.

O troca do foco narrativo do ação envolvendo esse trio com A trindade mais raio negro e mulher gavião discutindo sobre o inimigo que enfrentam é muito bom. O mesmo vale para o desenvolvimento da nova condição do Tornado Vermelho, agora humano e mortal, tendo o dilema de continuar sendo um super, porém mortal, e manter uma família. O único ponto fraco, ou ao menos confuso dessa edição foi a aparição da Vixen: Ela aparece voando com um bando de Gaivotas, falando coisas sem nexo e indo do nada pro lugar nenhum...
E no final da edição...

***SPOILERS***
***SPOILERS***
***SPOILERS***
***SPOILERS***

Amazo and Solomon Grundy are back!!! HOLY SHIT!
Isso me faz lembrar muito o desenho animado da Liga que passava no Cartoon e ainda é reprisado a exaustão no SBT. Poderiam continuar criando estórias novas pra esse desenho em vez de investir no novo desenho tosco do Batman, que tem toda a liga da justiça!

Liga da Justiça 62
Argumento: Brad Meltzer
Arte: Ed Benes
Arte-final: Sandra Hope
Cores: Alex Sinclair

Nota 9,0

Leia também:
Liga da Justiça 61
Liga da Justiça 60
Liga da Justiça 59
_____________________________________________________________________________________
DC 70 ANOS NO BRASIL

A edição número 62 da liga da justiça comemora 70 anos de DC no Brasil. No entando não veio nenhum brinde na revista! O único "brinde" que os leitores ganharam foi um aumento de preço "especial" pra essa edição, que veio com mais páginas que o habitual. A DC e a Panini ficaram devendo muito nessa data especial.

Se a DC está a tanto tempo no Brasil é graças aos leitores, e em tempo de scans rolando soltos nainternet era mais que obrigação da Panini e da DC de oferecerem um brinde aos leitores que continuam indo as bancas comprarem a revista. Bola fora...

Tartarugas Ninja é coisa do demo!

Navegando no site do Melhores do mundo eu achei esse vídeo postado pelo Mallandrox. Segundo o "pastor" Tartarugas ninja é coisa do demo. Provavelmente entram nesse saco Harry Potter, Senhor dos Anéis, Nárnia e outros filmes e desenhos de fantasia. É ou não é fundamentalismo isso? A diferença deles praqueles homens-bomba que vemos na TV são só as bombas mesmo, porque o fundamentalismo de ambos é bem parecido. Ridículo e patético. E você leitor, o que acha?

Carnaval dos Quadrinhos das Quartas :Batman Dead End

quinta-feira, 24 de janeiro de 2008


Produzido em 2003,Batman Dead End consumiu em torno de 30 mil dólares para ser feito. O diretor é um sujeito com um nome pouco masculino (pelo menos aqui no Brasil), Sandy Corolla.
Ele fez esse pequeno filme como uma amostra do que ele pode fazer na direção de um longa-metragem. Sandy produziu as criaturas de filmes como Jurassic Park, Exterminador do futuro, Predador e Edward Mãos-de-Tesoura, o que explica a qualidade dos predadores e do Alien que aparecem em seu filme.
O filminho aliás, que não é um pequeno cross-over tosco entre o universo do Batman com Alien e Predador. Diferentemente do cross-over tosquíssimo entre Alien Vs Predador, ou do filme tosco do Batman com George Clooney (em 2003 ainda não tinha sido lançado Batman Begins), que tinha praticamente enterrado a franquia, como o próprio ator admitiu.
Esse curta de Sandy Corolla retrata muito bem o morcegão e o coringa, num trabalho que só pode ter sido feito por um fã de Hqs, e não por um diretor maluco que expoem suas tendências sexuais através de mamilos na armadura do Batman... Isso sem falar que as aparições do Alien e do Predador ficaram muito bem encaixadas, sendo muito melhor explorado do que, por exemplo, em uma Hq que mostra a Liga da Justiça lutando contra Predadores que imitavam os poderes dos menbros da LJ, sendo que eles eram controlados por uma raça alienígena que queria (ó que novidade!) conquistar o mundo. Desnecessário dizer que essa revista é uma das coisas mais toscas já feitas em matéria de Hqs
Bom, o tal Sandy Corolla é promissor, mas nunca tinha ouvido falar do nome dele. Parece que, infelizmente, ele não decolou como diretor. Acho que vou pesquisar sobre ele no Google e ver o que aconteceu com o sujeito.
____________________________________________________________________________________

Veja o que os outros membros do CQQ postaram! Lembrando que o tema deste CQQ é Quadrinhos e cinema.

Blog do Hiroshi : História dos Quadrinhos no Cinema

O Busilis: O Namoro Conceitual Entre Cinema e Quadrinhos

Cibertron: Conan o Bárbaro

Quadrideko: Batman no cinema

A Toca do Calango falou sobre o Akira

Heath Ledger é encontrado morto em NY

terça-feira, 22 de janeiro de 2008

coringa heath ledger
Isso não é golpe de marketing!! É sério! Pesquei no melhores do mundo

Caralho... isso não é mais de umas nossas piadinhas infames! Segundo o site de notícias G1, o ator australiano Heath Ledger, de 28 anos, foi encontrado morto em seu apartamento em Nova York na tarde desta terça-feira (22).

O corpo de Ledger foi encontrado pela empregada do ator às 3h26, no horário de Nova York (18h26 em Brasília). Ela bateu na porta do quarto do ator para avisá-lo que sua massagista havia chegado. Sem resposta, ambas abriram a porta do quarto e encontratam Ledger inconsciente. De acordo com o porta-voz, as duas tentaram ainda "chacoalhar" o ator, imaginando que ele estivesse apenas dormindo. Segundo Browne, o corpo do ator não tinha sinais de violência. Foram encontradas pílulas ao lado do corpo.

Apesar da pouca idade, Heath estrelou muitos blockbusters de sucesso, como A última ceia, Coração de cavaleiro, O patriota, O segredo de Brokeback Mountain, Os irmãos Grimm e agora em Batman: The Dark Knight, onde interpretaria o insano Coringa.

Ainda não divulgaram as causas da morte do ator, mas pílulas foram encontradas perto do corpo. Vale ainda lembrar que Heath se separou há poucas semanas da atriz Michelle Williams, com quem tinha uma filha de dois anos.

Bom, essa notícia pegou todo mundo de surpresa! Ledger estava no melhor momento de sua carreira, ganhando prêmios por seus filmes (melhor ator no Globo de Ouro por Brokeback Mountain) e agora fez um papel que prometia popularizar ainda mais sua imagem: o Coringa, o grande vilão do novo filme do Bátima!

Agora o novo filme do Bátima ganhou novas proporções... vem aí uma Coringamania em cima desse assunto que pode catapultar as vendas de ingressos. "O último filme de Heath Ledger"!

Aguardemos mais informações sobre o assunto.

Guerra Civil Especial 2

segunda-feira, 21 de janeiro de 2008

Civil War: Frontline 6-9
Edição especial de Guerra Civil. Aqui no Brasil foi publicada na revista Guerra Civil especial 2

frontline
Embutido

Muito interessante essa estória. Ela se passa durante a quarta edição de guerra civil. O repórter Ben Urich vai cobrir um confronto entre as forças pró e anti registro. No confronto o herói Golias morre, supostamente assassinado por Thor. Depois da batalha Urich vai entrevistar Tony Stark. Quando perguntado sobre a morte de Golias, Stark responde que sentia muito, mas que aquilo era necessário para defender a lei de registro. Urich então pergunta algo que incomoda muito Stark: Sobre a aparição de vilões antes preso, mas especificamente o Duende verde. Stark fica irritado e se recusa a responder essas perguntas.
Brilhante essa idéia da Marvel. Mostrar como a imprensa (ou parte dela) cobre os acontecimentos da Guerra Civil foi uma grande sacada! É como se fosse a nossa visão, casso fossemos "pessoas normais de uma história em quadrinhos" presenciando essa guerra civil. Essa estória ajuda a criar a visão, predominante de certa forma, que o lado pró-registro estava errado, principalmente quando passa a se aliar a vilões.

O Acusado

Aqui vemos o "responsável" (na verdade o responsável pela gota d´agua) pela guerra civil, o Speedball. Ele está preso e a opinião pública contra ele. Aqui o personagem foi bem trabalhado, mostrando amadurecimento enquanto está preso na cadeia da zona negativa e nem parece aquele "herói" debochado e narcisista de antes. O drama do personagem se desenvolve de forma interessante durante a busca por seu direito de se defender das acusações contra ele. Pena que é curta. Mas continua na próxima edição!

Células adormecidas

Apenas um complemento, ou se preferir, encheção de linguiça. Aqui vemos Magnum (quem?) fazendo uma missão de espionagem para a SHIELD e Falcão (esqueci o nome completo dele! Mas não faz diferença mesmo...) fazendo uma missão pras forças anti-registro. Só isso...

Mitos sobre histórias em quadrinhos

Há muito tempo eu queria fazer um post desse jeito, até que o encontrei no Fosco Blog. Ele disse tudo o que eu pensava sobre os preconceitos com os quadrinhos.
É impressionante como filmes como Homem-Aranha e Batman conseguem levar multidões, mas a maioria das pessoas que assistem - e adoram - esses filmes torcem o nariz para a mídia que os apresentou ao mundo.

Infelizmente as revistas em quadrinhos ainda vivem num mundo cheio de preconceitos, os quais eu vou tentar desmistificar alguns aqui.

1. Quadrinhos é coisa de criança

Nada mais longe da verdade. Assim como qualquer mídia, os quadrinhos são direcionados aos mais diversos públicos.
Claro que existem muitos quadrinhos voltados para o público infantil e é na infância que a maioria das pessoas fazem seu primeiro contato com o mundo dos quadrinhos.
Mas é o mesmo que achar que cinema é coisas pra criança graças aos filmes da Disney ou que livros são para crianças por causa do Harry Potter.

No Japão onde a indústria de quadrinhos, ou mangas, é a maior do mundo, existe uma demanda enorme para quadrinhos para todos os mais diversos públicos, sejam jovens universitárias, adultos, donas de casa etc.

No mundo ocidental a indústria de quadrinhos é dominada pelos super-heróis. Ainda assim, cada vez mais essas revistas são dedicadas a um público mais maduro e mantendo linhas específicas e bem menores voltada ao público infanto-juvenil.

O mercado atual oferece uma enorme gama de material específico adulto, seja nas linhas alternativas Vertigo, da DC, Max da Marvel, ou em editoras menores, como a Dark Horse e Image.

Aos novatos, aconselho procurar pelas séries Sin City (policial), Os Mortos-Vivos (terror) ou Fábulas (fantasia) e ter certeza que quadrinhos definitivamente não é coisa de criança.

2. Quadrinhos é coisa de nerd

Taí uma meia verdade. Quadrinhos pode até ser coisa de nerd, dependendo o que você considera um.
Se você têm a imagem doestereótipo nerd aquele cara que vive isolado no quarto, hackeando o computador dos outros, cheio de espinhas na cara, zero em habilidades sociais, óculos fundo de garrafa e que não come ninguém, aí você errou feio.

O "nerd moderno" ficou bastante na moda depois do Seth Coen do finado seriado The OC. É aquele cara inteligente, fã de quadrinhos, filmes e literatura, mas que também adora uma festa e que geralmente arruma uma namorada gata no fim da história.



Encaixa-se nesta modalidade algumas das pessoas mais prestigiadas da indústria do entretenimento.

E o mais importante: o pessoal que você adora, que assiste os filmes e seriados de um modo ou de outro também estão envolvidos com a indústria de quadrinhos!

Lembra da cena de fuga da prisão de Assassinos por Natureza? Quentin Tarantino - que escreveu o roteiro do filme - declarou que COPIOU a cena de uma edição do Demolidor.

Damon Lindellof, mente por trás de Lost, é fã de quadrinhos e no momento escreve uma mini-série do Hulk com o Wolverine.

Joss Whedon, criador de Buffy e Angel, atualmente é roteirista dos X-Men.

E os filmes de sucesso V de Vingança, Sin City e 300? Todos cópias exatas de suas versões em quadrinhos homônimas.

Ou seja, se as pessoas gostam desses seriados, diretores, escritores e filmes e não se consideram "nerds", porque não dar uma chance às HQs que são feitas por essas mesmas pessoas?

3. Quadrinhos são difíceis de acompanhar

Isso era a mais pura verdade até a invenção de uma coisinha mágica que chamamos de Internet.

Hoje é muito fácil entrar no Wikipedia e ler um resumo sobre o que aconteceu de importante numa determinada HQ até o momento atual ou quem é aquele personagem que você nunca viu antes mais o Superman trata como melhor amigo.

Assim fica bem fácil de começar a acompanhar a qualquer hora uma determinada HQ, mesmo que ela tenha 40 anos de continuidade. Também é de praxe as histórias conterem memoriais e flashbacks de histórias passadas e fatos importantes.

Ter que comprar uma mesma revista mês após mês para ler uma história completa é parte da graça, como uma novela ou um seriado. Ainda assim, hoje é comum encontrar encadernados de histórias completas nas livrarias, para aqueles que gostam de ler tudo de uma vez.

4. As histórias em quadrinhos são rasas como uma novela da Globo.

Errado, errado, muito errado.

Assim como qualquer mídia, existem as histórias que são apenas uma diversão escapista e passageira e existem histórias de enorme complexidade e grande valor literal.

A graphic novel Maus de Art Spiegelman ganhou nada mais nada menos do que o Pulitzer, um dos maiores prêmios do jornalismo mundial.



A série Sandman ganhou um dos maiores prêmios de literatura da fantasia, o World Fantasy Award, de 1991, na categoria história curta. Injustamente os organizadores mudaram as regras da competição para que quadrinhos não pudessem mais concorrer ao prêmio.
Sandman já arrematou também um Hugo Award.

Além disso, a mini-série Watchmen do Alan Moore conseguiu um lugar entre as 100 maiores novelas do século passado segundo o New York Times.

Todos esses prêmios provam que quadrinhos podem ser sim literatura de qualidade.

5. Desenhistas de quadrinhos não são artistas de verdade.

Muito pelo contrário. Os artistas que produzem quadrinhos estão entre os mais talentosos entre os artistas contemporâneos.

Mesmo em seus primórdios, quando as técnicas de narrativas ainda eram consideravelmente toscas, os artistas fizeram grande avanço na arte de contar uma história com desenhos.

Hoje existem verdadeiros deuses da arte, com Alex Ross, Bill Sienkiewicz, Frank Miller, Dave McKean que se dedicam à indústria de quadrinhos além de uma infinidade dos desenhistas mais talentosos que se pode encontrar, com os mais variados estilos e técnicas, mas todos artistas de primeira linha.

Conclusão:

Os quadrinhos estão entre as mais completas das artes e é uma mídia que merece mais respeito, mais atenção e mais reconhecimento. Muita coisa boa que se vê em outras mídias e que todo mundo é fã nasceu nos quadrinhos.

Não custa nada dar uma chance a eles. Só o risco de se apaixonar.


Fonte: Fosco Blog

Carnaval dos Quadrinhos das Quartas

quarta-feira, 16 de janeiro de 2008

carnaval dos quadrinhos

Hoje é quarta feira, e diferentemente da sexta feira hoje não é dia de cerveja, mas de Carnaval dos Quadrinhos! O tema dessa semana foi "Em algum lugar dos quadrinhos". Confira!
O Blog do Hiroshi postou sobre Gotham City
A Toca do Calango postou sobre a aldeia do Asterix
O Busilis postou sobre Sin City
O Blog Cibertron postou sobre a ilha Genosha
O Quadrideko postou sobre o lar da Mulher Maravilha, a ilha de Themyscirya
O Zine Acesso postou sobre Asgard, a terra dos deuses Nórdicos
O Rabisco postou sobre a Terra Selvagem

A quarta edição do Carnaval dos Quadrinhos está sendo hospedada no Quadrideko.

BOA LEITURA!

orkut
Participe da comunidade do Carnaval de Quadrinhos no orkut! Entre no link http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=48117038

Em algum lugar dos quadrinhos: Stamford

stamford

STAMFORD é uma cidade norte-americana do estado de Connecticut que entrou pra história em 2006 por causa de uma guerra civil. Guerra civil em 2006? Sim, em 2006. Mas não estou falando de história natural, dessa que estudamos no colégio, me refiro a história das histórias em quadrinhos, e me refiro a Guerra Civil Marvel.
A Guerra Civil foi a última grande saga recente da editora Marvel. Nela os principais heróis da editora lutaram entre si. Capitão América, Homem de Ferro, Homem Aranha, Quarteto Fantástico, Demolidor, Mulher Hulk, Vingadores, Thunderbolts, Justiceiro e muitos outros. E o que Stamford tem a ver com isso?
mapa stamford
Stamford foi o lugar onde começou a Guerra Civil Marvel. A ação desastrada de um jovem grupo de heróis que faziam de sua luta contra o crime uma espécie de reality show, com transmissões ao vivo das lutas em rede nacional de televisão, causaram a destruição de uma grande área da cidade, causando a morte dos próprios heróis, dos vilões e de uma grande quantidade de civis, entre eles muitas crianças.
guerra civil
Essa foi a desculpa derradeira para o governo norte-americano baixar uma lei que proibiria os super-heróis de agir para sempre. Porém Tony Stark, o Homem de Ferro, interveio e ajudou a criar a lei de registros. Com ela os heróis registrados passariam a atuar como agentes federais, remunerados e supervisionados pelo governo dos Estados Unidos.
stamford guerra civil marvel
Essa lei rachou a comunidade de super heróis ao meio. Inicialmente o Homem de ferro, Homem Aranha, o Quarteto Fantástico e outros ficaram a favor e Capitão América liderou a resistência anti-registro. A Guerra Civil Marvel terminou no início de janeiro de 2007 nos Estados Unidos e termina esse mês aqui no Brasil. Até onde foi publicada aqui a Guerra Civil já trouxe mudanças importantes para o universo Marvel: A morte do Herói Bill Foster, conhecido como Golias, a revelação da identidade secreta do Homem Aranha em rede nacional, o fim da nova equipe dos Vingadores, a criação de um clone robótico de Thor, o fim (denovo!?!) do Quarteto Fantástico, o exílio do Coisa na França, o recrutamento de vilões por parte do governo dos EUA e de Tony Stark e Reed Richards para a criação de novas equipes dos Thunderbolts visando a iniciativa dos 50 estados (criação de uma super-equipe de meta humanos para cada estado dos Estados Unidos, todas supervisionadas pelo governo). E o último número da mini de Guerra Civil chega esse mês as bancas e mais novidades virão!
guerra civil marvel
Enfim, Stamford já é parte da história e do imaginário dos leitores de histórias em quadrinhos, principalmente para aqueles fãs de Homem Aranha, Quarteto, Capitão América e cia!
de que lado você está? guerra civil marvel

Guerra Civil 05

terça-feira, 15 de janeiro de 2008

justiceiro homem aranha

Após a morte de Bill Foster, o Golias, as coisas mudam em ambos os lados. O Homem Aranha começa a questionar o lado que escolheu. Tocha Humana e Mulher Invisível saem da as forças pró registro e se aliam ao Capitão América. O Demolidor é preso e descobre-se que há uma traidora entre as forças anti-registro. O Justiceiro envolve-se definitivamente na Guerra Civil.
Mais uma ótima edição de Guerra civil. O roteirista Mark Millar consegue manter o ritmo intenso da narrativa. Por vezes até esqueço que estou lendo uma HQ. Mark Millar ainda tem o mérito de fazer da mini de guerra civil, de forma competente, um ponto de convergência de todas as outras revistas que abordam a saga.
A arte como sempre excelente. Da até pena de saber que em mais dois número essa saga vai acabar.
Momento cômico 1: Após o Homem Aranha desviar dos tiros do Homem de ferro, ele tenta fugir pelo vidro e descobre que ele é blindado...
Momento cômico 2: A cara do Cap. América quando o Justiceiro entra no QG dos rebeldes! Grande dupla essa formada por Mark Millar e Steven Mcniven! Jogam por música!

guerra civil 05

Guerra Civil 05
Roteiros de Mark Millar
Desenhos de Steven Mcniven
Arte Final de Dexter Vines
Cores de Morry Hollowel

Nota 10!

Guerra Civil 04
Guerra Civil 03
Guerra Civil 02
Guerra Civil 01

Resultados de Busca Reviews Quadrinhos



Novo filme de zumbis de George Romero

sexta-feira, 11 de janeiro de 2008


O novo filme do pai dos filmes de zumbis, George A. Romero, ganhou o primeiro trailer. O filme vai se chamar Diary of dead (diário de morto, na minha tradução.)O enredo... Bem, quem se importa? Quando eu assito filmes de zumbi quero ver pessoas burras fazendo as maiores idiotices para se manterem vivas em meio aos zumbas! Quem quer apostar que vai ter a clássica cena do "eu não posso matá-lo porque ele é meu/minha filho/filha/pai/mãe/namorado/namorada/etc"?
O filme não tem ligação com a série de filmes de Romero, composta por A noite dos mortos vivos, Despertar dos Mortos, O Dia dos Mortos e Terra dos Mortos. Que, você não conhece George A. Romero? Clique aqui seu maldito!
Quer aproveitar pra saber quais as chances de você sobreviver a uma infestação de zumbis? Clique aqui e descubra!
44%

Ultrasound diagnostic

Nova revista da Pixel a caminho!

quinta-feira, 10 de janeiro de 2008

fábulas fables

Boas novas!
O Blog dos Quadrinhos publicou no dia 08/01 que a Pixel vai lançar um novo mix esse ano. Segundo o editor da própria, Cassius Medauar, "Ainda não tem um ´mix´ definido, mas provavelmente vai ser uma revista bem fabulosa". Isso significa que Fábulas será o carro chefe dessa nova revista mix da Pixel.
fábulas fables 01
Expeculou-se que Sandman fosse republicada desde o número um nesse mix, mas o próprio Cassius desmentiu essa informação na comunidade orkut da Pixel. As outras 3 HQ´s que irão compor o mix seguem indefinidas.
SÉRIO, MATO QUEM FOR PRECISO PRA COMPRAR FÁBULAS! É BOM PRA CACE&%=)(/&#TE!
E que venha logo essa nova revista da Pixel!
Acompanhe as discussões sobre a nova revista na comunidade Pixel, clicando aqui.
Para saber mais sobre a sensacional HQ Fábulas, de Bill Willingham, clique aqui.

Quiz, quiz e mais quiz!

quarta-feira, 9 de janeiro de 2008

Achei um site com muitos quiz interessantes. Veja o resultado de alguns que eu fiz.

44%

Ultrasound diagnostic



25

Want to be a x-ray technician?



E o melhor, meu corpo (se eu morresse hoje...) valeria 4790! Yeah!
$4790.00The Cadaver Calculator - Find out how much your body is worth.

Looking for payday loans?



Entre no site http://www.justsayhi.com/bb e faça você também os testes.

A imortal tia May e a safadeza da Marvel

terça-feira, 8 de janeiro de 2008

homem aranha one more day

Acho que muita gente já sabe, mas sempre tem alguém que está por fora. Seguinte: A Marvel resolveu fazer umas mudanças na revista mensal do Homem Aranha para "manter o personagem interessante". Sabe o que isso significa? Bem vamos lá...
A tia May vai morrer (denovo???), mas como era de se esperar, ela vai ressuscitar (oh!!!). Mefisto oferecerá ao Homem Aranha a ressureição da imortal e anciã tia em troca das memórias de casado de Peter Parker com Mary Jane! Cacildis!
Peter aceita e pof, tia May ressucita (oh!!!) e ele e Mary Jane nunca foram casados, e de quebra a identidade dele que foi revelada durante a guerra civil volta a ser secreta!
Cara, que cretinice! Apagar as memórias do casamento de Peter e Mary Jane va lá, pode até dar pano pra manga. Mas já passou da hora da tia May vestir o paletó de madeira, e voltar a tornar a identidade do Homem Aranha secreta num passe de mágica é um atestado de falta de criatividade. Eles primeiro revelam a identidade dele, coisa que mudaria completamente as histórias do Aranha, e agora num atestado de de cretinice, por não saber lidar com a nova situação, eles voltam a estaca zero. E os acontecimentos da Guerra civil, como ficam?
Nota 0 pra Marvel!!!

Leia mais em http://www.melhoresdomundo.net/arquivos/007303.php
E você leitor, o que acha disso tudo?
lapide homem aranha

Ivan Reis é Fantástico

segunda-feira, 7 de janeiro de 2008

Eu copiei esse post descaradamente do MdM mas com a melhor intenção do mundo: Divulgar a notícia. Vejam só que coisa legal aconteceu.
O brasileiro Ivan Reis recebeu uma homenagem bacana neste domingo.

O Fantástico sempre expõe imagens de artistas e faz um comentário rápido no final. Ontem, desenhos do artista brasileiro foram transmitidos para todo o Brasil no programa mais assistido nas noites de domingo. E o melhor de tudo: a Glória Maria não estava lá!

O brasileiro foi eleito o melhor desenhista de 2007 pela revista Wizard americana.


Confira o link original em http://www.melhoresdomundo.net/arquivos/007314.php#more

Arqueiro Verde 65 (Superman e Batman 28)

quinta-feira, 3 de janeiro de 2008

arqueiro
Lendo essa edição eu me lembrei logo da HQ Batman Cavaleiro das Trevas. Por que? Por causa das "autoridades" discutindo sobre o prefeito Oliver Queen e seus atos, obviamente sem saber que ele é o Arqueiro Verde. Me lembrou que ocorreu algo parecido em Dark Knight. Uma a favor e outro contra Batman e o mesmo acontecendo com o Ollie.
Mas vamos lá. A edição está razoável, continuando a última HQ. A filha do Arqueiro Verde e o próprio lutam contra os cidadãos que foram drogados e ficaram fortes e loucos! Incrivelmente o Tijolo, que apareceu Hal Jordabastante nas últimas edições, sumiu, tendo uma rápida aparição e nenhuma fala! Bola fora..
Enquanto isso a mídia discute as ações do prefeito Queen. Ele revela a sua filha que todos os seus atos polêmicos são pra chamar a atenção da mídia pra Star City. Em Alcatraz, Slade (o Exterminador, mas não aquele do filme do schwarzenegger! Hehe, não consegui resistir a fazer essa sem graça) tenta descobrir aonde o Arqueiro passou o último ano, já que ele voltou a Star City muito mais forte e tático em combate como nunca antes esteve.
A arte está muito mais ou menos. Eu a estava achando razoável para uma revista mensal como a do arqueiro, mas quando apareceu Hal Jordan (sem nenhum motivo, na minha opinião) pra ajudar Queen, miha opinião mudou. A arte está é muito ruim, tanto os desenhos como as cores, mas principalmente os desenhos. Parece que foi tudo desenhado com preguiça. Reparem no desenho do abdomên do Hal Jordan e nas expressões de Joanna (Speedy). Pra variar um pouco, enquanto o pau tá quebrando, o Arqueiro fica conversando com a Speedy, como geralmente ele faz com qualquer um perto dele na hora da luta, seja amigo ou vilão.

Green Arrow 65
Roteiro de Judd Winnick
Desenhos de Scott McDaniel
Cores de Guy Major.

Nota 8.0

Trailer do Homem de Ferro

E saiu mais um teaser trailer do filme do Homem de Ferro. O trailer do latinha está com legendas em francês. O filme está muito bem feito em matéria de efeitos especiais, mas não me empolguei muito. Nunca achei o inoxidável lá essas coisas, ele é razoável, mais daí a ter um filme próprio...Ainda mais depois da guerra civil marvel, gosto menos ainda dele, hehe! Mas enfim, façam suas apostas! Minha aposta para 2008 é Batman o Cavaleiro das trevas, e a sua?

Mas hein? Stan Lee e Paris Hilton juntos?!?

quarta-feira, 2 de janeiro de 2008

Calma, calma calma! Não é o que você está pensando!
Depois de perder boa parte de sua herança, Paris Hilton não está tentando dar o golpe do baú no criador do Homem aranha, X-men e Quarteto Fantástico. Em entrevista ao site Collider Lee disse que está trabalhando em uma animação inspirada em Paris Hilton, algo parecido com o que ele fez com Striperella, inspirada em Pamela Anderson.
Leia a entrevista em português aqui e sobre a animação leia aqui.
Será que a veremos morrer que nem no filme "A casa de cera"?
waxhouse
paris hilton wax house/>
paris hilton

 
Templates para novo blogger