MUDAMOS!!!!!

Visite também o meu novo blog, ainda mais divertido e interessante! Acesse o Estante Nerd!

**

Depois de um ano e meio tendo o Blogspot como casa chegou a hora do Reviews Quadrinhos crescer!!! O Reviews agora está se mudando pros domínios da Rede Gehspace. Agora a nova url do blog é http://gehspace.com/reviewsquadrinhos. Peço a leitores, amigos e perceiros que atualizem sua lista de favoritos.

Os Mortos-Vivos - Volume um - Dias Passados

segunda-feira, 15 de setembro de 2008


Autores: Robert Kirkman (roteiro) e Tony Moore (arte).

Preço: R$ 27,90

Número de páginas: 140

Data de lançamento: Maio de 2006

Editora: HQM

Só li recentemente esse encadernado lançado em 2006, graças a minha linda namorada que me presenteou com esta bela HQ! Thank you!

Sou suspeito pra falar de 'Os mortos-vivos' pois sou fã de estórias com zumbis. Pra quem também é fã do gênero, não tem nem que pensar duas vezes: Se topar com esse encadernado por aí, pode gastar seus vinte e sete reais e noventa centavos sem medo de ser feliz. Pra quem não é fã, saiba que "Os Mortos Vivos" tem mais a oferecer do que apenas miolos e sangue. É um ótimo drama, além de uma boa ação também.

O trabalho da editora HQM foi muito bem feito. A edição está luxuosa, com uma capa muito bonita e papel de ótima qualidade, tanto na capa quanto internamente. A capa foi feita de forma muito cuidadosa, coisa rara de ser ver. Cheguei a estranhar tamanha qualidade por apenas R$27,90.

Kirkman, como ele mesmo se descreve na (ótima) introdução, é um fã do gênero, e como fã ele queria escrever algo novo e de qualidade no universo das estórias de zumbis. O enrendo mostra o policial Rick Grimes acordando num hospital após ficar um mês em coma. Não demora muito pra ele perceber que está sozinho não só no hospital, mas na cidade. A partir daí ele saí em busca de sua mulher e filhos, sem parar pra pensar no que está acontecendo.

Kirkman equilibra bem a ação e o sangue com o drama. Depois do mundo inteiro ser dominado pelos mortos, agora as pessoas tem que voltar a viver de forma quase primitiva. Não há mais governo, indústrias, mercados, sociedade, leis. Ninguém produz nada, ninguém fiscaliza. O que há é a necessidade de sobrevivência. Os humanos que sobreviveram teram que se re-organizar, quase como se fossem tribos. Há uma divisão do trabalho nem tão nova assim. Os homens saem pra caçar, as mulheres cuidam dos afazeres "domésticos" e cuidam das crianças, mas uma coisa todos tem que fazer igual: Aprender a matar e a confiar para não morrerem.

A arte está matadora. Tony Moore não usa um traço muito realista, mas os desenhos são muito bem feitos e cheios de detalhes. Vale destacar que Moore coloriu seu trabalho apenas de preto, branco e cinza, dando um clima de filme de terror antigo. Perfeito!

Nota 10

2 comentários:

Nathalia disse...

olá! tudo bem?

eu não li tudo,pois infelizmente quero ler...uuahuahaua fiquei curiosa!
oh,que lindo! de nada querido!! hihi
bbjos

Anônimo disse...

resignation unemployment brilliant auto polymers strikes asses cast termination jhaver aimpila
semelokertes marchimundui

 
Templates para novo blogger