MUDAMOS!!!!!

Visite também o meu novo blog, ainda mais divertido e interessante! Acesse o Estante Nerd!

**

Depois de um ano e meio tendo o Blogspot como casa chegou a hora do Reviews Quadrinhos crescer!!! O Reviews agora está se mudando pros domínios da Rede Gehspace. Agora a nova url do blog é http://gehspace.com/reviewsquadrinhos. Peço a leitores, amigos e perceiros que atualizem sua lista de favoritos.

Video Girl Ai

quarta-feira, 16 de abril de 2008


video girl

Trama e personagens


Youta Moteuchi é o personagem principal, famoso entre os amigos pela assombrosa inabilidade em lidar com as mulheres! Ele é apaixonado pela colega Moemi , a qual enxerga Youta apenas como um grande amigo. Por não perceber os reais sentimentos de Youta, Moemi acaba partindo o coração dele, ao confessar que está apaixonada por Takashi, melhor amigo de Youta.


Arrasado, Youta vai curtindo uma fossa, quando enxerga uma locadora muito estranha chamada Gokuraku, a qual nunca tinha reparado antes. De acordo com o proprietário da mesma, a Gokuraku era uma loja especial, que aparecia apenas para as pessoas com o chifre quebrado coração partido (ou em outras palavras, para emos;). Ele entrega uma fita especial a um espantado Youta, que corre para casa, curioso para saber o que havia naquele vídeo pornô.


Ao chegar em casa Youta nota que Ai, a garota que aparece na fita, praticamente conversa com ele! Ela repentinamente sai pela TV e se transforma em uma garota real. Agora Ai tem a missão de fuder arrumar a vida amorosa de Youta. Ela deve ensiná-lo a como conquistar uma garota, dar uns toques, ou seja, ensinar o cara a ser um homem! No entanto Ai tem somente um mês para fazê-lo, e se o vídeo for desligado antes desse prazo, ela desaparecerá. Mesmo que o vídeo não seja desligado, ela sumirá quando a fita acabar, pois ela não é uma pessoa de verdade.

video girl moemi youta

Análise e reflexões

O lado romântico do mangá, infelizmente, não se compara ao lado cômico. Algumas partes mais emotivas são sensacionais e dão aquele nó na garganta, especialmente quando Youta sofre com a dor da rejeição. O grande problema é que, na maior parte do tempo, principalmente na segunda metade da série, Video Girl Ai retrata o amor e o romance de forma extremamente estereotipada: a mulher gentil que fica na cozinha o tempo todo, apenas para agradar ao homem; os encontros forçados e as coincidências, bem no estilão "novela das oito"; as reações exageradas dos personagens, as quais não condizem de forma alguma com os fatos que se desenvolvem na tela. Além disto, o mangá se concentra na luta de Youta para conquistar o coração de Moemi, e é difícil se empolgar com tudo isto, já que ambos definitivamente não combinam como casal romântico.

O que alguns podem não perceber, é como a história reflete, de forma indireta a futilidade com que é tratada a mulher hoje em dia. Uma Video Girl é alguém que não deve se apaixonar, pois caso aconteça, sofrerá certamente. Video Girls desaparecem, têm prazo de vida, o que torna doloroso para Ai Amano, que por defeitos do video-cassete, manifestou sentimentos que não seria normal ter.

Em Video Girl Ai, é mostrado todas as conturbações que o amor pode causar, confusões mentais, suas dependências e sua natureza traiçoeira, mas também sua importância na vida de uma pessoa. Apresenta uma série de sentimentos e situações reais, como por exemplo o vilão principal dizer que o amor é ruim e traiçoeiro. Se formos analisar friamente os seus argumentos, veremos que ele tem até uma boa dose de razão naquilo que diz.

video girl capas

Se trata também de um mangá bem masculino, em que o personagem principal é sempre disputado por várias mulheres.

Video Girl Ai, e sua continuação, Video Girl Len, foram publicadas no Brasil pela editora JBC entre 2001 e 2003, num total de 30 números.


Autor: Masakazu Katsura
Ano da publicação original: 1990-93 (Japão)
Gênero: Comédia, drama e romance (Den´ei Shõjo)

Fonte: Wikipedia (com muitas adaptações)

video girl ai
Leia também CQQ #12 Zatanna




3 comentários:

Haziel disse...

Muito interessante esse mangá, não conhecia... parabéns pelo post!!

Já incluí o link no meu blog...

Prit disse...

Muito bom o resumo feito e postado aqui. Já conheço o mangá da época que foi lançado nas bancas, desde 2001. Até hoje prefiro muito mais Vídeo Girl do que meus amados Cavaleiros do Zodíaco... XD

Blog maravilhoso para quem não conhece a história. Parabéns pela postagem.

Anônimo disse...

what bands are good to see for emo hairstyles?
[url=http://www.emo-hairstyles.info/]emo hair[/url]

 
Templates para novo blogger